Club de
Marechal Cândido Rondon
25 de Julho

Marechal Rondon é destaque regional na doação de leite materno

Incentivar o aleitamento e a doação de leite materno por meio de capacitações e difusão de informações. Este é o objetivo de uma iniciativa encabeçada pelo Hospital Rondon, Hospital Bom Jesus de Toledo, Rotary Club Marechal Cândido Rondon 25 de Julho e Rotaract Club, com o apoio da prefeitura rondonense, por meio da Secretaria de Saúde. No último dia 20, foi realizada a 1ª Conferência do Programa de Aleitamento Materno (Proamar). O evento aconteceu na Casa da Amizade e contou com a presença do prefeito Marcio Rauber, coordenadora da Atenção Primária e Básica em Saúde, Raquel Rech, enfermeira-chefe do Hospital Rondon, Angelita Taffarel, além de outras autoridades e membros do Rotary 25 de Julho, presidido por Vilmar Krenchinski. Na oportunidade, houve uma capacitação sobre aleitamento materno ministrada pela nutricionista Helena Meyer e pela enfermeira responsável pelo Banco de Leite do Hospital Bom Jesus, Maria Pauli. O público-alvo foram agentes comunitários de saúde, técnicas de enfermagem do município, médicos do programa Mais Médicos, funcionários do Hospital Rondon, além de estagiários do curso técnico de enfermagem do Colégio Estadual Antônio Maximiliano Ceretta.   A nutricionista e a enfermeira repassaram aos profissionais da saúde informações sobre aleitamento materno, bem como a forma de orientação e o manejo para fazer a doação de leite. De forma prática e lúdica, as profissionais usaram um seio feito de crochê para demonstrar os cuidados com a mama, formas de amamentação, dicas para as mães puérperas e mais ativamente orientações de como proceder com a doação do leite materno, desde sua captação até a entrega ao Banco de Leite. Segundo Helena Meyer, o estoque atualmente é considerado satisfatório e atende à demanda da UTI neonatal do Hospital Bom Jesus, mas, de acordo com ela, se a doação aumentar será possível atender também as mulheres que estão em casa e com dificuldades ou com algum problema para amamentar. PARCERIA O presidente do Rotary Club 25 de Julho, Vilmar Krenchinski, relembrou que há sete anos o Proamar está sendo desenvolvido em parceria com o Hospital Rondon e Hospital Bom Jesus. Segundo ele, a instituição tem procurado ampliar ainda mais a arrecadação de leite. Krenchinski relata que a busca por mais doações acontece através das capacitações dos profissionais, bem como a confecção de panfletos informativos. Uma nova etapa do projeto se dará com a divulgação para a doação dos potes de vidros que são utilizados para o armazenamento do leite captado. Também há a necessidade da ampliação das atividades em Marechal Rondon, tendo em vista que o Hospital Municipal Dr. Cruzatti começou a realizar partos e, com isso, houve aumento pela demanda de leite materno. Segundo a nutricionista, a conferência só aconteceu por conta do Rotary. “Eles nos chamaram para desenvolver a palestra. Então viemos falar do aleitamento materno para incentivar os multiplicadores que são os profissionais, que é a linha direta que está com a mãe e bebê”, reforçou. MARECHAL RONDON E A DOAÇÃO DE LEITE Conforme Helena Meyer, Marechal Rondon é hoje um dos municípios onde há mais doação de leite materno dentre as demais cidades da 20ª Regional de Saúde. No último mês o município foi responsável pela doação de 24 litros. Atualmente, o trabalho desenvolvido consiste em repassar as orientações às mães, fazer o recebimento do leite e enviar a doação para o Banco de Leite de Toledo, onde ocorre o processo de pasteurização para que o material possa ser utilizado. “Esses números só são possíveis graças ao empenho e participação das instituições de saúde que buscam incentivar e viabilizar o processo da doação do leite”, salienta. Um dos locais que contribuem com o estoque do Banco de Leite é o Hospital Rondon, do Grupo Sempre Vida. Segundo a enfermeira-chefe Angelita Taffarel, a instituição está com a doação ativa. Além de receber a doação de três mães, existe a promoção de um trabalho dirigido com todas as mães que fazem o parto no Hospital Rondon. Para tanto, a unidade conta com uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, que é responsável por encaminhar o leite captado pela instituição até o Banco de Leite de Toledo. “Temos um freezer no Hospital Rondon que armazena todo o leite que recebemos. Uma vez por semana a Secretaria de Saúde faz o encaminhamento para o Banco de Leite”, expõe. Para a enfermeira, o trabalho em conjunto é importante para que o projeto tenha sucesso. Ela relembra que o Hospital Rondon foi o parceiro número um quando o Proamar iniciou, em 2012, sendo ela uma das profissionais que mediou o trabalho no município a partir de visitas nas unidades de saúde, entrega de materiais de divulgação e dos vidros para o armazenamento do leite. Angelita reforça o envolvimento do Rotary para retomar este trabalho, pois por alguns anos o projeto ficou sem ter ações tão práticas. “Se temos uma média de 40 nascidos vivos por mês no Hospital Rondon, mais uns 30 a 40 no Hospital Cruzatti, então há cerca de 70 a 80 mães que podem ser possíveis doadoras. Se cada um fizer a sua parte, com orientação, com trabalho dirigido, em todas as unidades, tanto enfermeiros, os técnicos em enfermagem, os agentes comunitários de saúde, todo mundo integrado, com certeza conseguiremos aumentar mais ainda a demanda”, incentiva. PROJETO NUTRIZ: “MULHER QUE AMAMENTA” A Estratégia Saúde da Família (ESF) do Bairro Botafogo desenvolveu um projeto diferenciado para facilitar a coleta do leite doado, chamado Projeto Nutriz. A palavra nutriz significa “mulher que amamenta”. A agente comunitária de saúde Andiara Peixoto, que é coordenadora do projeto, diz que a iniciativa surgiu após uma demanda do próprio bairro. Segundo ela, houve o caso de uma mãe atendida pela ESF do Botafogo que teve seu bebê prematuro e foi necessário o encaminhamento a Toledo para que o filho recebesse leite materno. “Foi então que pensamos que o bairro tem uma quantidade grande de gestantes e puérperas e seria interessante se fizéssemos um projeto de doação de leite materno”, destacou. A agente comunitária acrescenta que após a ideia a equipe da ESF foi até o Hospital Bom Jesus para conhecer a história e a importância da doação do leite materno excedente. Em seguida à visita, houve a decisão em implantar o projeto. O Nutriz funciona da seguinte maneira: uma equipe da ESF faz visita para as mães e leva os vidros de armazenamento, além de repassar orientações sobre os procedimentos que devem ser adotados para fazer a coleta do leite. Após uma semana, a equipe passa para recolher o leite congelado e, com uma caixa térmica, encaminha a doação para a Secretaria de Saúde, que posteriormente leva para o Banco de Leite de Toledo. “Esse é o diferencial para conseguirmos tantas doadoras”, garante Andiara. A ESF do Bairro Botafogo possui ainda um grupo de gestantes chamado “Amor Maior”. No grupo, a equipe fala com as gestantes sobre o projeto Nutriz, a importância da doação de leite excedente e a importância do aleitamento materno. Fonte/créditos: O PresenteMatéria publicada no site em 28/09/2019https://www.opresente.com.br/geral/marechal-rondon-e-destaque-regional-na-doacao-de-leite-materno/  

Postado em 29 de Setembro de 2019

Posse de Companheiros

Em reunião festiva na noite de 07/05/2019, foram empossados 03 (três) novos companheiros no Rotary Club de Marechal Cândido Rondon - 25 de Julho. Aline Marki - Calssificaçõ: Farmácia;Carina Frank - Classificação: Psicologia; eMaxion Souza - Serviço Público - Poder Legislativo. 

Postado em 08 de Maio de 2019

Posse do companheiro Vanderlei Klein

No dia 19/02/2019 tomou posse o companheiro Vanderlei Klein no Rotary Club de Marechal Cândido Rondon - 25 de Julho, tendo como madrinha a compnaheira Mirta Steinmacher.

Postado em 20 de Fevereiro de 2019

Lacre Solidário

Aconteceu na reunião do dia 06 de novembro de 2018, a entrega de placas de agradecimento à Diretora do Colégio Estadual do Campo, do Distrito de Margarida, Sra. Dorotea Krummenauer e ao Agente Ambiental Sr. Carlos Alberto de Moura. Esta homenagem ocorreu pela parceria firmada entre o Colégio, o Sr. Carlos e o nosso Rotary Club, no projeto do Lacre Solidário, o qual é de grande sucesso entre todos os envolvidos. O Rotary Club, através da empresa parceira VipNet, disponibiliza ao Colégio o acesso à rede de fibra óptica – Internet – 25Mb; em contrapartida o Colégio através dos seus alunos e do Sr. Carlos, repassam mensalmente uma garrafa pet de 2l com lacres de latinhas. Durante o período deste projeto já foram repassados 46 pets com lacres. A Sra. Dorotea agradeceu imensamente o acolhimento desta ideia, onde segundo ela a “internet é um recurso de trabalho”. Relatou que com as mudanças no governo, as escolas estaduais tiveram a necessidade de por conta própria buscarem o acesso à internet. Com este projeto, a comunidade do Distrito de Margarida está trabalhando em conjunto com o Colégio. Comentou que no ano de 2015 ocorreu um sinistro na escola, onde a mesma foi incendiada. Com esta parceria, conseguiram economizar o valor que seria despendido com a internet, e adquiriram câmeras para vigilância. O Colégio tem os muros baixos e hoje não possui cadeados nos portões, pois hoje os alunos vão nos finais de semana para o a escola ter acesso a internet e consequentemente acabam por “cuidar” dele. Disse ainda que “esse trabalho que o Rotary tem para com o jovem é muito importante. O carinho que os alunos têm com o projeto é muito gratificante”; e finalizou afirmando que “os alunos perceberam que eles foram acolhidos pelo Rotary”.   Por sua vez, o Sr. Carlos disse que com a conscientização dos alunos e dos moradores de Margarida, hoje ele consegue manter um ponto de coleta de reciclados no Distrito. No seu linguajar simples, mas muito verdadeiro, não vai ficar nada “no mundo ambiental ele vai ser reciclado”. Nesta noite o Sr. Carlos também repassou cadeiras de rodas que foram encontradas por ele, as quais serão devidamente recuperadas e transmitidas ao Banco de Cadeiras de Rodas da ASR. 

Postado em 07 de Novembro de 2018

Ver todos

Próximo Evento:

19/09/2020

9º ALMOÇO DA OVELHA

27 de janeiro - Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

27 de Janeiro - Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto Esta é uma data dedicada à homenagem das milhões de pessoas que foram tortura- das e mortas nos campos de concentração comandados pela Alemanha Nazista, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).     Os nazistas assassinaram, primeiramente, pessoas que tinham alguma deficiência mental ou física, e opositores do governo.   Além disso, grupos sociais que eram considerados “inferiores”, segundo o nazismo, como negros, homossexuais, Testemunhas de Jeová e ciganos, pereceram nos campos de concentração.   Dentre as milhões de vidas perdidas, a maioria eram judeus, que foram perseguidos implacavelmente em todos os países ocupados pelos nazistas. Estimam-se que tenham sido assassinados mais de seis milhões de judeus durante o Holocausto.     A dimensão da crueldade que foi o Holocausto é tão assustadora que, para tentar evitar episódios semelhantes no futuro, foi criada a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.   Origem do Dia Internacional da Lembrança do Holocausto:     O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto foi criado por iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), através de uma Assembleia Geral, pela resolução 60/7, de 1 de dezembro de 2005.    O 27 de Janeiro foi escolhido por ter sido a data, em 1945, que aconteceu a libertação do campo de concentração de Auschwitz, na Polônia, considerado o principal do regime nazista.    

Em 26/01/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

21 de Janeiro de 2020 - O Brasil e Tetra Novamente

O Brasil e Tetra Novamente.Os rotarianos brasileiros conquistaram pela quarta vez consecutiva o primeiro lugar no ranking de ações alusivas ao Dia Mundial de Combate à Pólio.    Com a marca de 1.257 eventos cadastrados, o Brasil superou os Estados Unidos (805 ações) e a Nigéria (779 ações) para alcançar o tetracampeonato. O distrito brasileiro que mais realizou iniciativas foi o 4652, com a organização de 305 ações, seguido pelos distritos 4420 (137 ações) e 4590 (66 ações).  Fonte: revista brasil Rotary

Em 21/01/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

21 de Janeiro de 2020 - O brasil e Tetra Novamente

O Brasil e Tetra Novamente.Os rotarianos brasileiros conquistaram pela quarta vez consecutiva o primeiro lugar no ranking de ações alusivas ao Dia Mundial de Combate à Pólio.    Com a marca de 1.257 eventos cadastrados, o Brasil superou os Estados Unidos (805 ações) e a Nigéria (779 ações) para alcançar o tetracampeonato. O distrito brasileiro que mais realizou iniciativas foi o 4652, com a organização de 305 ações, seguido pelos distritos 4420 (137 ações) e 4590 (66 ações).  Fonte: revista brasil Rotary

Em 21/01/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

21 de Janeiro - Dia Mundial da Religião

21 de Janeiro - Dia Mundial da ReligiãoA sugestão de um Dia Mundial da Religião, ou Dia Internacional da Religião, foi dada pela chamada Assem bléia Espiritual Nacional no ano de 1949. Esse tipo de assembleia foi criado pela fé bahá'í, uma religião fundada por Bahá'u'lláh, no século XIX. Bahá'u'lláh era um líder religioso persa que vivia na região que hoje pertence ao Irã, que, à época, estava sob domínio do Império Otomano.    Essa assembleia dos bahá’í que foi realizada nos Estados Unidos definiu que o terceiro domingo do mês de janeiro seria dedicado ao Dia Mundial da Religião.   Fé Bahá’í.   Os bahá’í foram os criadores do Dia Mundial da Religião, portanto, é importante sabermos um pouco sobre essa religião.     A fé bahá’í é uma religião monoteísta que surgiu na região da Pérsia, no século XIX, por influência da mensagem religiosa de Bahá'u'lláh. Esse líder religioso era um seguidor de outro importante líder da época – Bab.     Como se julgava um profeta que sucedia os grandes profetas das principais religiões do mundo, desde o hinduísmo e o judaísmo até o cristianismo e o islamismo, Bahá'u'lláh tinha como certa sua missão de criar uma “religião mundial” que congregasse todas as outras religiões.   Os bahá’í, seus discípulos, tentaram levar a cabo esse projeto. O Dia da Religião é, portanto, um dos esforços para pôr esse projeto em prática.    Os bahá’í acreditam que a unidade entre as religiões, com destaque para seus elementos em comum, pode levar a humanidade à paz mundial, pois desvincularia as religiões de seus supostos preconceitos contra as outras religiões. Dessa forma, os bahá’í organizam-se em assembleias pelo mundo inteiro.     São dois níveis de organização: as assembleias nacionais e as locais.   No Brasil, a comunidade bahá’í começou a deitar  raízes em 1921 com a chegada, no litoral baiano, de Leonora Holsapple, conhecida como Leonora Armstrong, que fazia parte dos bahá’í dos EUA.    Por conta disso, um dos principais redutos dos bahá’í no Brasil é Salvador, local que abriga cerca de 400 bahá’í.     No mundo, aponta-se a existência de milhões de bahá’í espalhados por diferentes países. A sede da fé bahá’í está localizada em Haifa, que fica no Estado de Israel.     Asede dos bahá’í fica em Haifa porque é lá que estão os restos mortais de Bab, o profeta que foi o antecessor de Bahá'u'lláh.     Dentro da visão da fé bahá’í, o Dia Mundial da Religião é uma ferramenta que busca a harmonia entre as diversas religiões. Como os bahá’í acreditam que toda a experiência religiosa da humanidade deriva de um único deus, o Dia Mundial da Religião é uma oportunidade de celebrar todas as religiões existentes. Pelo fato de os bahá’í estarem espalhados por diversos locais do mundo, o Dia Mundial da Religião é comemorado em diversos continentes.     É parte da proposta dos bahá’í combater todo tipo de intolerância religiosa que exista. O debate e o convívio harmonioso entre as religiões, na ótica bahá’í, seriam passos importantes para a paz mundial. O ecumenismo pretendido pelos bahá’í assemelha-se a outras tentativas de se congregar as religiões do mundo, como as da Organização das Nações Unidas (ONU), um exemplo de instituição supranacional.     Existem algumas críticas a esse tipo de projeto, mas apesar das críticas às iniciativas de grupos religiosos, o Dia Mundial da Religião pode ser encarado como uma oportunidade de reflexão sobre a importância das religiões e de seu escopo tradicional para a formação das civilizações.

Em 21/01/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

21-01-2020 - Palestra com o Sr. Antoninho Fontanella, representando a SEAB - SECRETARIA DA AGRICULTURA E DO ABASTECI MENTO

Palestra com o  Sr. Antoninho Fontanella, representando a SEAB - SECRETARIA DA AGRICULTURA E DO ABASTECI MENTO,  apresenta dados econômicos do Setor Agrícola de Francisco Beltrão, evolução de áreas plantadas e de diversos produtos, produtividade por hectare, principal- mente evolução da produção de leite. Êxodo rural e preocupação com a sucessão familiar no setor agrícola e a diminuição de proprietários rurais, sem a diminuição de áreas plantadas. E ainda versou sobre a evolução tecnológica do setor e custos de produção.  Bem abrangente e esclarecedora palestra.    Muito Obrigado.

Em 21/01/2020 por Rotary Club de Francisco Beltrão-Integração

Reuniões Terças-Feiras | 20:30
RUA PARANÁ,5072 Cep: 85960-000